PUBLICIDADE

Topo

Histórico

Categorias

Pandemia: descubra se você foi afetado pela “Síndrome de Lost”

Gisela Rao

17/05/2020 04h00

Foto: www.freepik.com – wirestock

"Hein?" "Onde?" "Como?" "Por quê?" É assim que eu acordo, às vezes, durante a quarentena. Aí, segundos depois, lembro que ainda estou vivendo em uma bagaça louca e inacreditável.

O isolamento social deixa a gente meio sem noção de tempo e espaço, principalmente trabalhando em casa. Me pego tentando lembrar em que dia da semana e até do mês estou. Ando com mais sono que antes, provavelmente por fazer menos exercícios e comer mais guloseimas pra compensar. Então, muitas vezes, durmo um pouco à tarde e é aí que tudo se confunde de vez.

Veja também

Não, não é princípio de Alzheimer. É "Síndrome de Lost" mesmo. Mais uma dessas maluquices que eu criei, mas que você, provavelmente, vai se identificar.

"Lost", se você não se lembra ou é muito novo para saber, foi um seriado americano de muito sucesso. Os sobreviventes de um desastre de avião caem na Ilha de Lost, e aí é uma confusão danada. Passado, presente e futuro se embolam. Eles não podem sair da ilha e a coisa é toda cheia de suspense e mistério do que estará por vir. Na vida real, a gente acaba perdendo a referência social, profissional, estética e, principalmente, da saúde – já que rola mais preguiça e menos estímulo para se exercitar. Bom, pelo menos depois dos 50.

Sim, eu sei que tudo isso nos deixa com medo e inseguros, mas eu comecei a seguir, no Youtube, a turma da meditação e encontrei um vídeo interessante. Dreyfus Adoni, mestre em kabbalah, nos convida a perguntar: o que aconteceu para acontecer o que está acontecendo? Tóin!

Reprodução Youtube

Antes que você fique mais confuso, veja o vídeo até o fim porque ele vai ajudar a não ficar mais preso no passado, nem projetado no futuro e, muito menos, ausente no presente.

Feliz já!

Obrigada por ter vindo aqui. Te espero nos comentários. 🙂

#EnvelhecerSemPhotoshop #EnvelhecerSemVergonha #VigilantesDaAutoEstima

Insta: @giselarao50ehnois  Face: https://www.facebook.com/giselarao

Sobre a Autora

Gisela Rao é criadora e criatura de conteúdo, safra 64 – Ano do Dragão. Publicitária e escritora, é “porta-bandeira” dos temas sexo e autoestima, trazendo para a comissão de frente algumas das grandes pedras-no-scarpin femininas. Teve os programetes “Repórter Rao” e “A Monja e Emotiva” (UOL) e foi colaboradora das revistas e jornais: Folha de S.Paulo, Jornal da MTV, Época, Marie Claire, SPFW Journal, Isto É Gente, UMA, VIP, Bons Fluidos, Viagem & Turismo e TOP Destinos. É autora dos livros “Sex Shop”, “Tchau, Nestor” e ‘Não Comi, Não Rezei, mas Me Amei”. Opa! Não desligue ainda, tem mais: foi fundadora do Movimento Vigilantes da AutoEstima e uma das idealizadoras da ONG Estou Refugiado.

Sobre o Blog

A ideia desse blog é trazer um “Ufa!” para os perrengues da “classe” 50+: corpo, preconceitos, paúras, relacionamentos, medo de morrer, sexo... num tom divertido, autobiográfico e gente-como-a-gente. #EnvelhecerSemPhotoshop